Arquivo do mês: fevereiro 2013

Ela

Fecho a porta e enquanto a tranco solto um longo suspiro. Ainda no mesmo lugar, olhando para o chão, penso em tudo o que tenho que agradecer, mas ao mesmo tempo sinto o peso da espera esmagando meus ombros. Não quero olhar para trás, entrar neste corredor escuro, sem saber o que a noite me trará. Não queria ter descido do carro, nem me despedido, nem me distanciado dela.
Ela.
É ela que me move. Que me recarrega, me complementa, me alucina e me tira o sono. É por ela que sinto meu coração palpitar, só por ela.
Dona dos meus pensamentos, dos meus sonhos hoje compartilhados, dona dos meus beijos e desejos. Dona dos meus risos e do meu silêncio.
Me perco nos seus olhos como uma criança se perde em uma loja de doces, seu olhar é como uma porta destrancada, entre aberta, um convite explícito para entrar e para nunca mais sair.
Ao lado dela descobri um mundo completamente novo, encontrei as respostas de perguntas que nem mesmo foram feitas. As dúvidas se dissiparam e tudo finalmente fez sentido.
Ela. Ela é meu sentido.

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized